Download Biologia Mattas - Apostila Basica De Conforto Ambiental PDF

Read Online or Download Biologia Mattas - Apostila Basica De Conforto Ambiental PDF

Similar international conferences and symposiums books

Virtual Systems and Multimedia: 13th International Conference, VSMM 2007, Brisbane, Australia, September 23-26, 2007, Revised Selected Papers (Lecture ... Applications, incl. Internet/Web, and HCI)

This ebook constitutes the completely refereed post-conference complaints of the thirteenth foreign convention on digital platforms and Multimedia, VSMM 2007, held in Brisbane, Australia, in September 2007. The 18 revised complete papers awarded have been rigorously reviewed and chosen from ninety seven preliminary submissions in the course of rounds of reviewing and development.

Practical Aspects of Declarative Languages: 4th International Symposium, PADL 2002 Portland, OR, USA, January 19–20, 2002 Proceedings

Declarative languages construct on sound theoretical bases to supply appealing frameworks for software improvement. those languages were succe- totally utilized to a large choice of real-world occasions together with database m- agement, lively networks, software program engineering, and decision-support platforms.

FM 2005: Formal Methods: International Symposium of Formal Methods Europe, Newcastle, UK, July 18-22, 2005. Proceedings

This quantity includes the court cases of Formal equipment 2005, the thirteenth InternationalSymposiumonFormalMethodsheldinNewcastleuponTyne,UK, in the course of July 18–22, 2005. Formal tools Europe (FME, www. fmeurope. org) is an self reliant organization which goals to stimulate using, and study on, formal equipment for procedure improvement.

Additional info for Biologia Mattas - Apostila Basica De Conforto Ambiental

Example text

Desempenham a mesma função de um revestimento absorvente aplicado sobre o solo ou as fachadas: deformam o espectro do ruído, atenuando os sons agudos e criando uma ambiência mais “surda”. Sob o efeito do vento, podem se tornar uma fonte sonora secundária, mascarando os ruídos indesejáveis. Entretanto, a vegetação não possui, por si mesma, um efeito de barreira significativo. A atenuação provocada por uma faixa de cem metros de vegetação densa é de apenas 10dB(A), ou seja, 1 dB(A) para cada 10 metros de vegetação, o que pode ser considerado insignificante (Fig.

A classificação é subjetiva; em geral nos incomoda o som produzido pelos outros: o ruído do tráfego, o barulho do ar condicionado, a música e a conversa no apartamento vizinho, O ruído incomoda quando: ƒ ƒ ƒ impede a recepção de uma informação desejada; impede a emissão de uma mensagem; está dissociado visualmente de sua fonte. A noção de ruído "admissível" varia de um indivíduo para outro, em função dos hábitos, e circunstâncias. Mas concorda-se que para todos, nos períodos de descanso ele é particularmente desconfortável.

Fig. 6. Condicionamento Acústico Teatros, auditórios, estúdios, salas de aula ou qualquer outro espaço destinado à música ou a voz humana devem, necessariamente, ter o tempo de reverberação calculado de modo a garantir sua qualidade acústica. Entretanto, mesmo em espaços menos “nobres” o arquiteto se preocupar com o condicionamento acústico: espaços muito reverberantes são desagradáveis e provocam desconforto por dificultar a inteligibilidade dos sons desejados. Uma vez que, em espaços exteriores, os materiais mais constantemente usados (concreto, cerâmica, pedras, asfalto) possuem baixo coeficiente de absorção sonora, a presença de vegetação pode ter um efeito significativo na ambiência sonora dos espaços ao ar livre pelos efeitos da absorção, difusão e do mascaramento.

Download PDF sample

Rated 4.28 of 5 – based on 43 votes